Tudo sobre WIFI 7
Agência web » Notícias digitais » Tudo sobre WIFI 7

Tudo sobre WIFI 7

Existem muitos dispositivos eletrônicos e elétricos atualmente no mercado que funcionam conectando-os a redes WiFi, incluindo o WiFi 7. Este último está entre os grandes principais fatores da evolução da tecnologia. Apresentado sob o padrão 802.11be, é uma nova tecnologia wireless que nada mais é do que a versão melhorada do anterior Wifi 6. Sem falar na velocidade, o uso do Wifi 7 também oferece diversas outras vantagens. Aqui está tudo o que você precisa saber sobre este Wifi 7.

Wifi 7: um novo padrão para uma velocidade de conexão de internet mais otimizada.

Wifi 7: velocidade máxima

Visto que o WiFi 7 é uma versão atualizada do WiFi 6, não deveria ser surpresa que um de seus principais pontos fortes seja o fato de ter velocidades mais altas. Wi-Fi 6 pode ser considerado rápido. No entanto, isso empalidece em comparação com o Wifi 7, que afirma ser a tecnologia sem fio mais rápida disponível. Pode muito bem exceder as velocidades do wifi 6, que oferece uma taxa de transferência de 9,6 Gbps. Além disso, esta nova tecnologia sem fio tem uma taxa de transferência máxima de quase 46 Gbps. Uma alta velocidade que é multiplicada 4,8 vezes a velocidade do Wifi 6. O Wifi 7 aproveita o número de fluxos gerenciados, a modulação do sinal e a largura das bandas de frequência para atingir essa velocidade.

Wifi 7: modulação de frequência

Wifi 7 usa modulação OFDMA que foi criada em 1966 e se popularizou com o uso de ADSL. Esta modulação possibilita a emissão de sinais eletromagnéticos em uma frequência variada. Na verdade, OFDMA é um método que pode ser usado para transmitir dados digitais em um sistema de transmissão básico. No entanto, o OFDMA usado pelo Wifi 7 é uma versão aprimorada, incluindo OFDMA Enhanced. Graças a esta modulação, wifi 7 é capaz de transmitir o dobro de dados por hora que wifi 6E. De fato, esta modulação exibe um valor variando de 10 a 12 bits, um desempenho bruto de 20%.

Wifi 7: bandas e tamanho do canal

Antes do wi-fi 7, havia o wi-fi 5, o wi-fi 6 e o ​​wi-fi 6E. As bandas de frequência deste último são complementadas de uma versão para outra norma. Aqui estão os detalhes :

  • Wi-Fi 5: 5 GHz;
  • Wi-Fi 6: 2,4 GHz, 5 GHz;
  • Wi-Fi 6E: 2,4 GHz, 5 GHz, 6 GHz;
  • Wi-Fi 7: 2,4 GHz, 5 GHz, 6 GHz.

Entre wifi 6E e Wifi 7, não há diferença na banda. No entanto, há uma grande diferença no tamanho do canal, incluindo:

logotipo wifi 7 em um tablet

  • Wifi 6E: 20, 40, 80, 80+80, 160 MHz;
  • Wifi 7: de 160 MHz a 320 MHz.

Essa diferença de 160 MHz é muito importante, pois contribui para aumentar a taxa de transmissão desse padrão de rede sem fio IEEE..

Wifi 7: fluxo de dados

O fluxo de dados é um sistema para garantir a confiabilidade e a velocidade de transmissão de um dispositivo para outro. Com este último, quanto maior o número de fluxos, maior a confiabilidade e velocidade da rede. Para wi-fi 7, ele usa 16 streams, o dobro do seu antecessor. Na verdade, o objetivo de implantar esse padrão de rede é reduzir a latência. Com esse fluxo e graças à banda de frequência de 6 GHz e à modulação OFDMA Enhanced, o problema de latência de conexão será reduzido.

Wifi 7: MRU e punção

Esse padrão de rede sem fio usa Multiple RUs, um sistema para variar o tamanho das RUs e distribuí-las melhor entre os usuários. Além disso, Puncturing foi adicionado nesta nova distribuição de dados. Assim, não haverá mais RUs não utilizadas, como é o caso do padrão de rede sem fio IEEE anterior.

Na verdade, OFDMA está se tornando cada vez mais popular e foi aprimorado com wifi 6 e novamente com wifi 7. Esta introdução resultou em Redução de 25% na latência da conexão com a internet, mas o OFDMA Enhanced novamente melhora a eficiência desse padrão de rede sem fio IEEE em 20%.

WiFi 7: Operações Multi-Link (MLO)

Este novo padrão IEEE usa operações MLO ou Multi-Link. Este último permite mudar a banda se o sinal estiver ruim, como acontece com os smartphones. O que certamente é uma grande vantagem com esse padrão de rede sem fio. O que também ajuda a reduzir uma porcentagem significativa da latência da conexão com a Internet.

Este novo padrão IEEE sem dúvida revolucionará a indústria de tecnologia. Graças a esta tecnologia, a latência de conexão à internet com seus dispositivos será resolvida. Assim, muitos fabricantes de chips wi-fi não esperaram a finalização desse padrão para seus novos produtos. Na verdade, eles já planejaram equipar seus dispositivos com um chip wifi 7.

★ ★ ★ ★ ★